Diretamente ao conteúdo
Ministério das Relações Exteriores da Finlândia

Dia de Aleksis Kivi e da Literatura finlandesa 10 de Outubro - Embaixada da Finlândia, Brasília : Info Finlândia : Literatura

EMBAIXADA DA FINLÂNDIA, Brasília
CONSULADO DA FINLÂNDIA, São Paulo


Fone (61) 3443-7151
E-mail: consular.bra@formin.fi, sanomat.bra@formin.fi
Português | Suomi | Svenska |  | 
Letra normalLetra maior
 

Dia de Aleksis Kivi e da Literatura finlandesa 10 de Outubro

O papel de Aleksis Kivi como figura chave na literatura finlandesa deve ser visto como único. Desde a festa centenária do seu nascimento 10.10.1934 que o dia tem sido festejado entre os finlandeses e apartir 1978 a data ficou também como o dia nacional da Literatura finlandesa e de hastear bandeira. 

Escritor Aleksis Kivi (ant. Alexis Stenvall, 10.10.1834-31.12.1872), filho de alfaiate, nasceu em Nurmijärvi, no sul da Finlândia.Escritor Aleksis Kivi (ant. Alexis Stenvall, 10.10.1834-31.12.1872), filho de alfaiate, nasceu em Nurmijärvi, no sul da Finlândia.

Considerado pioneiro do romance e drama em finlandês e o primeiro escritor importante de lingua materna finlandês. A sua primeira obra foi o "Kullervo" (1864), uma tragédia baseada nas temas da "Kalevala" e influências de Shakespeare nas técnicas de drama. A sua melhor obra, no seu repertório extenso de drama, é uma comédia, "Nummisuutarit" (1846). A personagem principal, Esko, juntamente com as personagens da obra "Seitsemän Veljestä", é uma das figuras mais conhecidas da lietratura finlandesa.

Casa-museu de Aleksis Kivi em Tuusula, local onde o escritor passou os seus últimos anos de vida. Fotografia: Matti TirriCasa-museu de Aleksis Kivi em Tuusula, local onde o escritor passou os seus últimos anos de vida. Fotografia: Matti Tirri

A obra Seitsemän Veljestä é um romance épico humoristico e realistico, que se aproxima mais das obras do escritor espanhol Miguel de Cervantes do que propriamente da tradição Contemporânea da literatura europeia. O romance descreve as dificuldades de sete irmãos de uma família próspera de camponeses de Jukola em adaptarem-se à sociedade moderna, a sua fuga de dez anos ao mato, as suas aventuras, a sua moleza e o seu regresso à sociedade. Esta obra prima de Kivi tem tido um papel essencial no processo dos finlandeses se compreenderem a si próprios.

Imprimir esta página

Atualizado 10/10/2011


© Embaixada da Finlândia, Brasília | Informação sobre o serviço | Contatos